ALÉM

o
o
Quando eu enxergar a ternura da pedra
e a luz da sombra que me cobre
Quando aprender a tratar terra árida
Pode ser que a palavra que me falta brote
o
o
o

9 comentários:

J.R. Lima disse...

brotará,
como água de mina,
mas a sede sempre há de voltar.

fiquei um tempo sem vir aqui, vejo que está cada evz mais lindo, este teu cantinho. Parabéns!

tossan disse...

Em apenas quatro linhas dissestes muito! Lindas palavras, poesia! Bj

CotidiAmo disse...

J, suas palavras sempre poéticas, belas.
obrigada
beijos

CotidiAmo disse...

Tossan, porque o que eu quero dizer não alcanço.
beijos

Gil de todos os dias disse...

Oi Simone! Obrigada pela visita. Eu também já tinha visto seu blog pelo de Lau
Lindas palavras
um abraço

CotidiAmo disse...

ok! bora manter contato.
beijos

Pavitra disse...


a palavra é semente, simone
e o poema é a flor...
e uma flor é frágil
mas tem a coragem de ser...
além da semente e da flor
está a fragrância - a poesia

e dessa vc já cuida muito bem!

Simone Gois :) CotidiAmo disse...

Que possa exalar esse cheiro
brigada PAv
beijos

ROSÁLIA LERNER disse...

Não há dúvida ,as palavras te brotam querida,obrigada pelo comentário,e adoro voce por perto!!
beijo