Sobre Descanso e Primeiras Chuvas



Com bandeiras brancas e ações de graças, sorrisos de raios de sol e desejos de primeiras chuvas, assim é que me chega o sábado com promessas e descansos. Eu colho cada uma como o maná derramado dos céus e desfruto saciada a porção que me cabe. Eu recolho e me recolho no descanso eterno do sábado e da promessa. No sábado desmaio e recobro todos os sentidos ao por do sol, quando sou eu de novo, renovada.

Nenhum comentário: